Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Piauí registra três casos e uma morte de dengue hemorrágica em 2014

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

 O Piauí já registrou a primeira morte por dengue hemorrágica em 2014.  Na semana passada, o mecânico Josivaldo Cardoso de 40 anos morreu depois de duas paradas cardíaca. Ele e teve o fígado e ruins afetados pela doença. Este não foi o único caso da doença registrado em 2014, outros dois casos de dengue hemorrágica já foram notificados só este ano.

A irmã da vítima Genoveva Oliveira contou que Josivaldo Cardoso ficou  internado durante cinco dias. "Meu irmão sofreu muito antes de morrer. Ele passou muitos momentos ruis", disse.

A rua onde o mecânico morava não tem pavimentação e é cortada pro uma galeria cheia de objetos que podem acumular água. Genoveva Oliveira teme que os pais também fiquem doentes devido ao esgoto a céu aberto.

O aposentado Pedro Moraes afirmou que as crianças que residem no local  vivem adoentadas por causa da falta de pavimentação e do acúmulo." Eu também já estive internado sentindo dores de cabeça e com febre, mas os médicos não sabiam o que eu estava sentindo, só depois descobriram que eu estava com dengue", contou.

Nos primeiros meses de 2014 foram registrados 1.030 casos do tipo comum da dengue. Em 2013 foram anotados seis casos e nenhum resultou em mortes, já em 2012 quatro pessoas morreram por conta da dengue.

E para prevenir a doença, a Prefeitura de Teresina intensificou o número de mutirões. Os trabalhadores recolhem dos terrenos baldios e das ruas  muitos objetos que servem como criatório para o mosquito da dengue.  

O superintendente da Superintendência de Desenvolvimento Urbano da região Sul,  Renato Lopes, afirmou que os operários encontram todo tipo de objeto nos terrenos. Segundo ele, até mesmo aparelho de vaso sanitário já foi encontrado com acúmulo de água.

A produção de uma vacina contra a dengue é algo bem próximo porque a partir do segundo semestre será realizado um estudo em 33 cidades do país para avaliar os programas de defesa contra a doença. A cidade de Teresina foi uma das capitais selecionadas. A partir deste estudo o Ministério da Saúde vai determinar quais são as populações que mais possuem necessidade da vacina.

A SDU informou que realiza constantemente o aterro dos grotões para evitar o acumulo de água e propagação de doenças.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários