Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Greve de professores continua após justiça decretar movimento ilegal

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Um dia após o Tribunal de Justiça decretar ilegal a greve dos professores da rede municipal de ensino, a categoria não suspendeu o movimento. A presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Letícia Campos, afirmou nesta quinta-feira (29) que ainda não foi notificada oficialmente sobre a decisão judicial e por este motivo a greve continua.

“Não recebemos oficialmente a decisão da justiça.Tivemos conhecimento através da impressa, mas até o momento nada chegou na sede do Sindicato e por isso a greve continua”, afirmou Leticia Campos.

O Tribunal de Justiça do Piauí decretou a ilegalidade da greve dos professores da rede municipal após oito dias de paralisação. O pedido da Procuradoria Geral do Município foi aceito nessa quarta-feira (28). A multa diária por descumprimento é de R$ 5 mil.A decisão é do desembargador José James Gomes Pereira, que também determina o imediato retorno dos servidores ao trabalho.

A presidente do Sindicato afirmou que discorda da postura da justiça porque, segunda ela, as reinvindicações são legítimas. Os grevistas pedem melhorias salariais e mudanças na carga horária de trabalho. “Só decretamos a greve porque não foi possível uma negociação com a Prefeitura de Teresina. Nosso movimento não está enfraquecido, temos adesão de 60 professores da rede municipal . As escolas estão funcionando porque os estagiários e terceirizados estão trabalhando”, comentou.

Outra reclamação dos servidores é por conta de uma portaria da que alterou a carga horária de trabalho. “A prefeitura alterou de 50 para 60 minutos, o que ultrapassam as oito horas diárias do servidores da educação. Isso chega a comprometer a saúde e produtividade dos profissionais”, justificou Letícia Campos, presidente do Sindserm.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários