Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Suspeito confessa ter matado jovem com faca e pau no bairro Dirceu

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

A Polícia Civil do Piauí apresentou, durante coletiva para a imprensa nesta quinta-feira (25), um vídeo que mostra a forma brutal com a qual Edwin Vitor dos Santos Eckhardte, de 16 anos, foi morto no dia 6 de agosto em uma rua do bairro Dirceu, na Zona Sudeste de Teresina. As imagens mostram o adolescente sendo atacado, dominado e agredido com seguidos golpes de faca e um pedaço de madeira por dois homens (por serem imagens fortes, o G1 decidiu não publicar as agressões, mas apenas a confissão de um dos suspeitos).

Segundo a Polícia Civil, os dois homens que aparecem no vídeo são os irmãos Lacé e Leonardo Ximenes Sousa. A motivação do crime seria uma briga entre grupos rivais, já que a vítima já teria dado um tiro e efetuado uma segunda tentativa de homicídio contra Lacé.

A polícia divulgou a confissão na qual Lacé descreve como ocorreu o crime. "Meu irmão derrubou ele (vítima) no chão e cheguei junto. Eu tava com uma faca, dei umas 10 facadas, mas senti entrando mesmo umas duas. Usei um pau e dei cinco pauladas", afirmou Lacé.

O vídeo apresentado pela Polícia Civil mostra a impactante sequência violenta. As imagens foram gravadas por um circuito de segurança e mostram o momento em que Edwin é derrubado por Leornado, momento em que Lacé chega com uma faca e começa a sequência de 12 golpes contra a vítima.

Enquanto ocorriam as agressões, um amigo da vítima identificado apenas como “neguim” chegou armado e tentou interromper a ação, entretanto a arma falha, um dos irmãos o ameaça com um pedaço de madeira e ele foge. O mesmo objeto é utilizado para dar várias pauladas contra a vítima, que já estava no chão e sem reação alguma.

O vídeo termina com os irmãos fugindo. Investigações da polícia identificaram que os suspeitos estavam na casa de familiares na cidade de Piripiri, a 157 km de Teresina. Eles foram presos no dia 22 de setembro. Com o desfecho do inquérito, os suspeitos serão indiciados por homicídio qualificado por motivo fútil, podendo pegar de 12 a 30 anos de cadeia.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários