Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

No PI, estudantes dividem rotina de atleta com preparação para o Enem

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Mesmo com rotina puxada de treinos e jogos, atletas se preparam para o Enem (Foto: Gustavo Almeida/G1)Mesmo com rotina puxada de treinos, Euzébio Henrique mantém foco no Enem (Foto: Gustavo Almeida/G1)

Eles são vencedores no esporte, mas também querem se tornar vitoriosos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Euzébio Henrique, 17 anos, e Lucas Alves, 20, são estudantes de Teresina e tentarão ingressar no ensino superior através do exame. A preparação para a prova é alternada entre treinos, competições e as aulas no colégio. Além de estudantes, os jovens são destaque no esporte e convivem com a rotina de treinamentos e estudos.

 
GUIA DO ENEM
Provas serão dias 8 e 9 de novembro
datas das provas edital do enem dicas para as provas como funciona a pontuação simulado e guia de estudos dicas em vídeos

FAÇA AGORA O ÚLTIMO SIMULADO DO ENEM

Euzébio Henrique faz parte da premiada equipe de handebol da Escola Estadual Caic Balduino de Deus, localizada na Zona Leste de Teresina. Eleito o melhor armador central em 2013 e 2014, o estudante coleciona títulos de bicampeão brasileiro escolar, tricampeão da Copa Nordeste Cadete, pentacampeão Nordeste Juvenil, além de dois vice-campeonatos brasileiros de Clubes e o vice-campeonato mundial, em torneio realizado no meio do ano em Trabzon, na Turquia.

Euzébio Henrique conta como é conciliar estudo aos jogos de handebol (Foto: Emanuele Madeira/GLOBOESPORTE.COM)Atleta conta como é conciliar estudo aos jogos
(Foto: Emanuele Madeira/GLOBOESPORTE)

O jovem começou a se preparar para o Enem no segundo semestre. Essa será a terceira vez que ele vai fazer a prova. Em 2012 e 2013, quando ainda estava no 1º e 2º ano do ensino médio, respectivamente, ele fez o exame para ganhar experiência, mas não ficou satisfeito com o desempenho.

“Acho que eu não estava muito preparado, porque fiz mais por experiência e não estudei tanto”, disse. Dessa vez ele fala que a preparação está mais intensa e espera obter nota suficiente para ingressar no curso de Educação Física da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Euzébio estuda para o Enem em casa durante a manhã, vai para o colégio à tarde e à noite segue para o treino com o time, onde fica até às 20h. Ele conta que o professor Giuliano Ramos, que também é técnico da equipe, incentiva os jovens do time a estudar para ingressar na universidade. “Ele sempre diz que precisamos estudar, porque um dia o handebol vai acabar para a gente”, falou o estudante.

O jovem diz que a expectativa é grande com relação à redação do Enem. “A parte da redação me deixa ansioso, porque sempre tem a curiosidade para saber qual será o tema”, revelou. Para diminuir a ansiedade, ele diz que a professora de português tem passado várias atividades de redação para sua turma fazer, além de cobrar bastante leitura dos alunos. Em casa ele convive com as cobranças do pai, que exige esforço e dedicação. “Quando estou no celular ele manda eu deixar o aparelho de lado”, contou o jovem.

Tripla rotina
Lucas Alves 20 anos, é outro atleta que também tenta conciliar a rotina de estudos com o esporte. O jovem concluiu o ensino médio há dois anos, mas nunca fez o Enem. Além de ser atleta de badminton, ele ainda trabalha como modelo e diz que os livros o acompanham durante as viagens. Como atleta ele conquistou o bicampeonato Sul-Americano, um campeonato brasileiro, foi várias vezes campeão estadual e regional e já ganhou títulos na Colômbia e no Peru. Atualmente ele faz preparatório durante a manhã, mas diz que costuma perder algumas aulas devido às outras carreiras.

Destaque no badminton e modelo, Lucas Alves conta como encontra tempo para estudar (Foto: Renan Morais/GLOBOESPORTE.COM)Lucas Alves conta como encontra tempo para estudar (Foto: Renan Morais/GLOBOESPORTE.COM)

O estudante pretende passar no Enem e cursar medicina, pois deseja ser cirurgião plástico. Apesar disso, destaca que não deixará o badminton. “Mesmo passando no Enem o esporte será a minha prioridade”, contou. Ele revela que se organiza para conciliar a rotina e procura planejar tudo, pois tanto o esporte quanto os estudos são essenciais para ele. Mesmo com a rotina puxada, ele encerra dizendo que não perde o foco em nenhuma das três coisas. “Essa vida de atleta e modelo tem muitas viagens, muitas competições e desfiles, mas eu preciso estudar também para me dar bem no Enem, sempre procuro estar focado”, disse.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários