Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Homem suspeito de tentar matar ex-mulher se apresenta à polícia

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

População realiza manifestação na frente da delegacia (Foto: Campo Maior em Foco)População realiza manifestação na frente da delegacia (Foto: Campo Maior em Foco)

O homem suspeito de esfaquear a ex-mulher e matar uma amiga dela se apresentou nesta sexta-feira (24) na Delegacia de Campo Maior, Norte do Piauí, mas após prestar depoimento foi liberado porque já havia passado o período do flagrante. Assim que souberam que o agricultor havia se apresentado à polícia, familiares e amigos das vítimas, além de vários populares fizeram uma manifestação. O crime aconteceu na tarde de quarta-feira (22), no povoado Santa Izabel, zona rural.

Manifestação na delegacia para impedir a liberação do agricultor (Foto: Campo Maior em Foco)Manifestação na delegacia para impedir a liberação
do agricultor (Foto: Campo Maior em Foco)

De acordo com a delegada Thaís Lages, o agricultor se apresentou acompanhado do seu advogado. “A liberação não será apenas por causa do período eleitoral, no qual nenhuma pessoa pode ser presa, exceto em caso de flagrantes, mas também pelo próprio fato de já ter passado o período do flagrante do crime”, explicou a delegada.

Diante dessa realidade, a população inconformada realizou uma manifestação na frente da delegacia para tentar impedir a saída do suspeito. “Ele fica liberado até uma nova determinação da Justiça, não necessariamente apenas para o julgamento. Já estamos com o caso bem desenrolado, ouvimos as testemunhas e colhemos todas as informações necessárias”, disse ainda a delegada.

O agricultor é apontado pela polícia como o principal suspeito de ter esfaqueado a ex-mulher e ainda matar uma amiga da companheira. Ele teria perseguido as duas mulheres que estavam em uma motocicleta e caíram durante a perseguição. A professora Adriana Tavares Vale, amiga da ex-mulher do agricultor, morreu na hora após cair e quebrar o pescoço. Maria das Dores Campos, que também é professora, ficou gravemente ferida ao sofrer várias facadas. A mulher teve que ser transferida para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) onde permanece internada.

 


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários