Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Secretaria de Saúde descarta febre do Nilo em agricultor de 52 anos no Piauí

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) descartou a possibilidade do agricultor de Itainópolis, Sul do Piauí, estivesse com febre do Nilo. Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Telma Evangelista, os segundos exames feitos no paciente de 52 anos deixaram dúvidas e apesar dele ainda se encontrar paralítico foi liberado há duas semanas. O diagnóstico inicial feito no Hospital de Doenças Infecto Contagiosas Natan Portela, em Teresina, confirmou que o trabalhador estava infectado pelo vírus e ele chegou a ficar internado por 20 dias.

"O agricultor apresenta outras dificuldades, mas o seu estado de saúde é bem melhor do que quando chegou com sintomas de febre alta, tremores, dor de cabeça, meningite e diarreia. A suspeita de febre do Nilo foi descartada, pois os exames não nos deram a certeza da doença e não iremos fazer outros. Enquadramos o seu caso como encefalite provocada por vírus não identificado e demos a sua alta", contou.

A diretora revelou ainda que os resultados dos exames de sangue realizados nos animais, do local onde o agricultor trabalha, também não comprovaram a doença.

Nenhum caso da febre do Nilo em humano foi detectado no Brasil. A contaminação acontece após um animal passar o vírus através do sangue ao mosquito transmissor e o homem ao ser picado contrai a doença.

Não há tratamento nem vacina disponível para humanos. Para os casos severos, a internação é obrigatória devido à necessidade de terapia intensiva, reposição intravenosa de líquidos, manejo das vias aéreas, prevenção de infecções secundárias, entre outras. O tratamento é sintomático, atingindo apenas os sintomas que esse paciente estiver apresentando.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários