Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Estudo revela redução de infrações envolvendo de pessoas que consomem bebida alcoólica

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Um estudo do Ministério da Saúde revelou que houve uma queda no número de pessoas que consomem bebidas alcoólicas e depois usam o carro como transporte. Segundo o levantamento a redução mostra uma mudança significativa nos hábitos da população após a aprovação da Lei Seca, tornando mais rígida a proibição do consumo de álcool associado à direção. Mas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), esses números não comprovam a realidade, pois somente este anos já foram registradas 788 infrações, quase o mesmo número de 2013.

A violência no transito é uma das principais causas de mortes no Brasil. Em 2012, foram 44.812 mortes, em 2013 foram registrados 169.869 de internações no Sistema Único de Saúde (SUS) relacionadas aos acidentes onde os motoristas haviam ingerido bebida alcoólica. Mas o estudo revela que nos últimos sete anos houve uma redução no número de pessoas que bebem e dirigem em seguida, com uma queda de 45% em todo o país.

No Piauí, a PRF contesta esses números já que o cenário deste ano, que ainda não terminou, já se iguala ao ano anterior. “O que os números da PRF informam em relação a esses casos é que está uma quantidade significativa. Só neste ano já foram 788 autuação nesse tipo de infração de trânsito e provavelmente até o final do ano serão mais de mil infrações, praticamente a mesma quantidade que foi registrada em 2013, então não tivemos essa redução”, explicou Izaias Segundo, inspetor da PRF.

Ainda segundo o estudo, houve uma queda de 47% no consumo de bebidas alcoólica entre homens que bebem e pegam a direção, se comparar os últimos sete anos. Entre as mulheres o percentual se manteve estável em 0,3%.

Nas ruas da capital a polícia sentiu os efeitos da lei seca. “É claro que não reduziu no mesmo percentual observado no país, pois enquanto o índice nacional reduziu 45% Teresina registrou a redução de 15%. Isso tem apresentado uma redução no número de acidentes, mas ainda observamos muitos acidentes violentos e com vítimas fatais”, disse o Major Adriano Lucena, Comandante da Ciptran.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários