Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Superlotação da Penitenciária de Vereda Grande preocupa autoridades

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

A superlotação da Penitenciária Gonçalo de Castro Lima, no povoado Vereda Gande, Zona Rural de Florinao preoupa as autoridades. A penitenciária tem capacidade para 200 presos, hoje, ela conta com 255 detentos tanto de vários lugares do Piauí como de outros estados. O juiz Noé Pacheco, da 1ª Vara Criminal, tenta resolver o problema diminuindo a quantidade de presos que são encaminhados para o presídio.

A superlotação preocupa, a última rebelião aconteceu em janeiro de 2013 quando eram 252 presos e em todo o ano de 2013 foram registradas duas fugas, sendo uma em julho e outra em setembro. O juiz Noé Pacheco se reuniu com o delegado regional Assis Carvalho e com o diretor do presídio Leonardo Cabedo em busca de uma solução para a superlotação do lugar. O juiz pediu que nos próximos 60 dias somente presos da região de Floriano sejam encaminhados para Vereda Grande.

“Eu estou me reunindo e conversando os os amigos juízes das comarcas vizinhas como, por exemplo: Picos, Teresina, Bom Jesus e outros, para que eles não mandem presos para Vereda Grande por pelo menos 60 dias. Vamos continuar recebendo presos da nossa região normalmente. É uma medida paliativa, por que o ideal seria a construção de novos presídios, mas estamos procurando melhorias”, disse o juiz.

Cerca de 20 policias militares e 45 agentes policiais fazem a segurança externa e interna do presídio. Outro problema é que a maioria dos detentos se trata de presos provisórios, ainda não se tem um número atualizado, mas em janeiro dos 230 presos 156 eram provisórios aguardando julgamento e 7 eram setenciados.

Segundo o juiz, a máquina judiciária é deficiente,  a criminalidade aumentou e o número de juízes não acompanhou esse aumento. “A criminalidade hoje é muito grande, eu diria que hoje a gente recebe quatro vezes mais inquéritos do que dez anos antes. Eu diria que Floriano precisa de, pelo enos, mais duas varas. E enquanto essas medidas não forem resolvidas nós vamos continuar buscando saídas para que a penitenciária de Vereda Grande não vire uma Pedrinhas, no Maranhão”, falou.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários