Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Associação de Medicina avalia como crítica a falta de vagas em UTIs no PI

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Depois da polêmica envolvendo dois mandados de prisão contra médicos do Piauí que se recusaram a receber pacientes porque faltavam leitos de UTI, um representante da Associação de Medicina Intensiva Brasileira veio acompanhar a situação de perto. Segundo os profissionais da área, pessoas morrem pela falta de vagas nas Unidades de Terapia Intensiva.

A maior emergência pública do estado tem 40 leitos de UTI, número que segundo a direção do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) atende ao que é recomendado por lei, o problema é a demanda do hospital, sobrecarregada pelo atendimento de urgência e emergência.

“A outra rede que deveria ter leitos de UTI funcionando não está sendo fornecido a população, assim, com esse número de leitos e a demanda termina recaindo sobre o HUT”, disse o diretor do HUT, Gilberto Albuquerque.

A falta de UTI compromete o tratamento de pacientes graves. De acordo com a Associação de Médicos Intensivistas, são 341 leitos em todo o estado, 60% deles pertencem a rede particular e são cedidos através de convênio.

A consequência de vagas em UTI é a morte de pacientes. Pelas contas da associação que representa os médicos de Teresina, mais de 500 morreram nos últimos três meses vítima de complicações que poderiam ser tratadas em Unidade de Terapia Intensiva.

Uma comissão do Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI) fez nesta segunda-feira (13) uma vistoria técnica no setor de Terapia Intensiva do HUT. O presidente da Associação de Medicina Intensiva Brasileira participou da visita e classificou a situação como crítica.

“Teresina atende pacientes de vários estados, assim, a demanda de pessoas que não são da região acabam superlotando o hospital, mas todos são brasileiros e precisam de atendimento”, afirmou o médico Fernando Dias.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários