Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Garrafões de água são utilizados cerca de 150 vezes em três anos

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

O consumo da água vendida em garrafões exige cuidados muitas vezes não observados. O principal deles é a data de validade das embalagens. É importante levar em consideração a qualidade da água e do vasilhame. Por ano, o Brasil, são vendidos mais de 8 bilhões de litros de água mineral e 57% são consumidos em recipientes retornáveis que são utilizados cerca de 150 vezes.

A empresária Luciana Campelo afirmou que a aparência do vasilhame é importante e que sempre procura o que esta em melhor estado. “Um vasilhame limpo e sem deformações é importante, pois pode afetar a qualidade da água, por isso eu sempre observo e só escolho os que estão em boas condições. Eu sempre tenho esse cuidado com a água da minha casa”, explicou.

O empresário Joesley Campelo informou que sempre observa primeiro a qualidade da água e depois o do recipiente. “Primeiro cuidados da qualidade da água, por isso não é todo tipo de marca que entra na nossa casa e depois a qualidade do recipiente, pois tudo isso influência na qualidade do produto. Sempre compro água no mesmo lugar e observo também o estado do local que é vendido”, disse.

No Brasil são vendidos por ano mais de 8 bilhões de litros de água mineral, sendo que 57% são em recipientes retornáveis de até 20 litros. Em um período de três anos cada vasilhame é reutilizado em média 150 vezes. As embalagens tem um prazo de validade que geralmente é de três anos. As datas de fabricação e de validade estão impressas nos vasilhames e muitas vezes passam despercebidas pelos consumidores.

O químico Hélio Alves informou que o principal problema é que como os vasilhames são retornáveis a estrutura fica fragilizada e pode facilitar a contaminação da água. “A população tem que ficar atenta a qualidade do vasilhame, pois com o tempo ele acaba desgastando e pode contaminar a água , por isso é importante conferir a data de validade e a qualidade do recipiente”, falou.

O empresário e vendedor Amilson Mesquita afirmou que tudo tem que ser higienizado para não contaminar e não deformar ou sujar o vasilhame. “Eu montei prateleiras que são sempre higienizadas para que seja evitado a contaminação do produto e para que seja repassado um material de qualidade para o cliente”, contou.

Abel Filho, autônomo, informou que sempre observa as datas de validade, pois se tem uma data significa que pode estragar e não ficar boa para o consumo.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários