Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Lei do descanso para motoristas diminui em 5% os acidentes no Piauí

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Em vigor há dois anos, a Lei do Descanso para motoristas de transporte de carga pesada e de passageiros fez com que os acidentes de trânsito diminuíssem em 5% no Piauí. Mesmo assim, alguns motoristas se arriscam e descumprem a decisão. A lei é federal e obriga o motorista a parar pelo menos 30 minutos a cada 4h.

O motorista Marcelo Soares, que saiu de São Paulo com destino a Recife, afirmou que é uma viagem longa, mas o mais importante é a vida. “O importante é chegar em casa com vida e inteiro, pois a viagem é muito longa e cansa muito. Por isso temos que fazer de tudo para preservar a vida”, falou.

Segundo alguns motoristas, com a lei, a viagem fica mais longa e algumas paradas não oferecem estrutura para o descanso dos motoristas.

“Muitos dos motoristas evitam parar por que são poucos os locais que oferecem a mínima segurança, e ninguém vai parar para ser assaltado”, disse o motorista José Neldo de Freitas.

De acordo com o especialista em trânsito, Sandro Costa, a consequência maior de quem desrespeita a lei é a fadiga que vai ser causada pelo excesso de horas trabalhadas que tem como consequência os acidentes. “Se todos os motoristas cumprissem a lei esse número de 5% seria muito menor”, relatou.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que 75% dos motoristas que circulam pelas estradas do Piauí assumem trabalhar mais de 8h por dia sem intervalo, o que torna mais fácil causar um acidente. “O mais difícil é controlar o motorista autônomo, pois tem que ter a consciência do profissional para que siga a regra e evite acidentes”, contou Sandro Costa.

Francisco Bezerra, dono de uma transportadora, afirmou que faz de tudo para seguir a lei e evitar os acidentes. “Eu busco controlar tudo que acontece com os meus motoristas através do tacógrafo que marca todas as paradas e o motorista tem que explicar e relatar no livro de ponto o motivo de cada parada, dessa forma eu controlo tudo”, afirmou.

O especialista em trânsito, Jucenildo Pereira, informou que as drogas usadas pelos motoristas para ficarem acordados é ilegal, e já está em vigor uma lei que obriga a realização de um exame para saber se o motorista usou algum tipo de droga. “Caso seja comprovado o uso de algum tipo de droga o motorista terá problema com a sua Carteira de Habilitação e consequentemente não terá como trabalhar. Recomendamos que os motoristas sigam as orientações, pois é bom tanto para eles como para os outros motoristas”, explicou.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários