Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Pai obriga filha a escrever carta antes de tentar abusá-la no interior do Piauí

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

O homem suspeito de tentar abusar da própria filha de 12 anos e estuprar a sobrinha de 13 anos na cidade de Nova Santa Rita, Sul do Piauí, teria obrigado a filha a escrever uma carta para a avó relatando todo o caso. Segundo o delegado Jorge Terceiro, as meninas contaram ainda que o homem também as obrigou a ingerir bebida alcóolica. O crime ocorreu na segunda-feira (15) e a polícia ainda faz diligência para tentar prender o suspeito.

"A filha do suspeito pegou um papel e uma caneta e fingiu que estava escrevendo, enquanto o homem narrava o que era para ser escrito. Elas disseram que a todo o momento ele dizia que iria fazer uma besteira, matar as duas meninas e logo em seguida se matar. Depois disso ele pegou no braço da sobrinha e a levou para um quarto, onde a estuprou,” disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, as vítimas foram ameaçadas pelo suspeito com uma espingarda e obrigadas a consumir bebida alcoólica. “Elas relataram que o suspeito ofereceu bebida, na tentativa de embriagá-las, mas como elas recusaram ele obrigou cada uma a tomar um pouco”, contou.

Nesse momento, a filha que também era uma das vítimas, pegou um telefone celular e conseguiu sair da casa e pedir ajuda. “A própria filha pediu ajuda para prender o pai. Quando chegamos ele tinha conseguido fugir e por isso ela não foi violentada. Ela contou o caso para mãe que acionou a polícia, mas quando chegamos ao local o agressor havia fugido. Levamos as duas meninas com algumas lesões para o hospital e o exame de conjunção carnal comprovou o estupro na sobrinha", relatou o delegado.

Ainda no depoimento, a filha contou que chamou a prima para visitar o pai e ao chegar lá ele teria ameaçado as duas com uma arma para abusar delas. "Já temos um mandado de prisão preventiva contra ele e estamos em diligência para prendê-lo", revelou.

O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso até que a polícia escute todas as testemunhas.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários