Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Agricultores invadem Conab no PI em protesto pela falta de assistência

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Cerca de 150 agricultores invadiram o prédio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Teresina nesta terça-feira (12). Eles reclamam da falta de assistência social por parte do Governo Federal. A ajuda deveria acontecer com a entrega de cestas básicas, distribuição de grãos de milhos e investimento no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Segundo Maria José da Costa, coordenadora regional e estadual do Movimento dos Pequenos Agricultores, a população sertaneja está sofrendo com os efeitos da seca e com, o que ela considera como, descaso do poder público. A Polícia Militar foi chamada para evitar que o local seja depredado.

Agricultores ocuparam a Conab (Foto: Juliana Barros/G1)Agricultores invadem a Conab no Piauí em protesto pela falta de assistência (Foto: Juliana Barros/G1)

“Chegamos aqui cedo, já fizemos café da manhã e já estamos fazendo o almoço. Não vamos deixar o local enquanto não tivemos uma resposta do poder público sobre as nossas reivindicações. A Polícia Militar veio para aqui com objetivo de fazer pressão psicológica para que nós deixemos o local. Não vamos sair, vamos espera uma resposta do governo”, disse.

Segundo a coordenadora, os agricultores estão há cinco meses sem receber os grãos de milho. A entrega era feita pelo Governo Federal através da Conab nos estados. Além disso, conforme com ela, o Programa de Aquisição de Alimentos está parado.

Agricultores ocuparam a Conab (Foto: Juliana Barros/G1)Agricultores ocuparam a Conab (Foto: Juliana
Barros/G1)

“O PA nos ajudou quando enfrentamos a seca intensa, mas deste o final de 2013 ele está parado. Queremos continua vendendo nossa produção para o governo e alimentando os que precisam na comunidade. É deste programa que tiramos o nosso sustento porque tudo que produzimos era vendido para o governo e agora ele não compra mais nada”, lamentou a coordenadora.

João Luiz, agricultor (Foto: Juliana Barros/G1)João Luiz, agricultor (Foto: Juliana Barros/G1)

Os agricultores também disseram que ficaram endividados depois que compraram equipamentos  para investir na produção e não conseguiram vender os produtos.“Estamos endividuados, muitos compraram equipamentos como forno e frízer para acondicionar os alimentos, mas sem a venda da produção não temos condições de comprar comida e pagar as dívidas. Este programa nos ajudava a nos manter, sem a necessidade de receber incentivos como o Bolsa Família” afirmou Maria das Graças.

Quem também participa da invasão e lamenta a ausência de beneficio por parte do governo é o agricultor João Luiz. Ele revelou que está há três meses sem receber a cesta básica que era entregue os agricultores.

“Estamos três meses esperando a entrega das cestas básicas. A distribuição delas acontecia de forma irregular porque faltavam alguns itens, mas mesmo assim nós recebíamos alguma coisa. Agora não chega nada em nossas casas. Estamos morrendo de fome”, lamentou o agricultor.

A assessoria de imprensa da Conab no estado informou que os representantes do órgão receberam alguns manifestantes nesta terça-feira e após este encontro eles falaram com a imprensa.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários