Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Preso é morto com 70 facadas em prisão do PI; é a nono vítima em 2014

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

O Sistema Prisional do Piauí registrou mais uma morte dentro da Casa de Custódia, a maior casa de detenção do estado. Dessa vez a vítima foi Mizael Oliveira da Silva, de 23 anos, assassinado com mais de 70 perfurações nesta quinta-feira (9). Segundo Kleiton Holanda, diretor administrativo do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), as ordens para matar detentos estão partindo de dentro da prisão e essa é a nona morte em presídios do estado e a quarta na custódia.

“Assim como em São Paulo, aqui no Piauí também está existindo o tribunal do crime dentro dos presídios. Um grupo julga e puni com a própria vida os detentos que não os seguirem. Essas mortes poderiam ter sido evitadas se o Serviço de Inteligência da Secretaria de Justiça (Sejus) funcionasse, pois só existe no papel, na prática não temos visto resultado”, denunciou.

Vídeos conseguidos pelo G1 mostram o corpo sendo retirado de dentro da cela por outros detentos. Após colocarem em uma maca de remoção de corpos, eles passam por corredores até o local onde o carro o Instituto Médico Legal estava. Em outro trecho, é possível ver que as grades que dividem um pavilhão do outro ficam abertas e sem nenhuma trava de segurança ou cadeado.

O detento morto nesta quinta-feira estava preso há menos de um mês na penitenciária onde aguardava julgamento por três crimes de latrocínio, roubo seguido de morte. Kleiton Holanda disse ainda que quando o detento chegou, ele ficou no pavilhão H e teria sido transferido para o F, onde foi assassinado.

“Quatro detentos que estavam dentro da cela com ele são suspeitos de terem cometido o homicídio. De acordo com alguns presos, eles teriam feito isso a mando de um grupo de dentro do próprio presídio. A ordem deles é bem clara, se não acatarem, serão eles que morrerão”, afirmou o diretor do Sinpoljuspi.

Kleiton Holanda relatou ainda que as armas utilizadas na morte do detento eram artesanais e feitas a partir de barras de ferro retirada da estrutura do próprio presídio. Em 2014 já foram registradas nove mortes violentas dentro de presídios os Piauí. No ano de 2013 ocorreram oito mortes violentas e em 2012 foram registradas 16. A Casa de Custódia tem capacidade para abrigar 830 detentos, mas atualmente conta com 860. O pavilhão onde ocorreu a morte tem capacidade para 40 presos e agora está com 140, ou seja, 100 a mais que sua capacidade.

O diretor de presídios Secretaria de Justiça do Piauí, Welligton Rodrigues, afirmou que foi feita uma entrevista com a vítima antes de ela entrar no Pavilhão F. “Ele disse que não havia problema na mudança. Fomos avisados de que poderia haver um morto no Pavilhão F. De pronto fomos averiguar e encontramos a vítima já sem vida. Nós comunicamos a Delegacia de Homicídios, foi feita a perícia do local do crime e um inquérito vai apurar a morte. Todos dentro da cela no momento do crime eram desse pavilhão. A polícia vai interrogar todos eles e saber o que aconteceu”, afirmou.

 


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários