Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Postos de combustíveis no Piauí fecham por conta de assaltos

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Postos estão sendo fechados por contas de assaltos (Foto: Ellyo Texeira/G1)Postos estão sendo fechados por contas de assaltos (Foto: Ellyo Texeira/G1)

Depois das 22h é cada vez mais difícil abastecer veículos em Teresina. Os estabelecimentos estão fechando cada vez mais cedo por conta da quantidade de assaltos. Segundo o presidente do Sindicato dos Donos de Postos de Combustíveis do Piauí, Robert Ataíde, alguns empresários já deixaram de trabalhar na área.

“Alguns empresários chegaram a fechar as portas porque não suportaram os constantes assaltos que sofriam. Tiveram pessoas que chegaram a sofrer cinco assaltos por dia, inclusive com armas apontadas para a cabeça e sofrendo ameaça de morte”, contou.

Maciel Rêgo é dono de um posto de combustível localizado na Zona Leste de Teresina. Por conta da insegurança, o empresário pensa em vender seu estabelecimento. “Estou pensando em fechar porque não aguento mais a quantidade de assaltos. Aqui chegou ao ponto de sofrermos três assaltos em apenas um dia. Estamos trabalhando para sustentar os bandidos”, afirmou o empresário.
 

Posto, também na Zona Leste, foi fechado devido a violência. (Foto: Ellyo Texeira/G1)Posto, também na Zona Leste, foi fechado devido a
violência. (Foto: Ellyo Texeira/G1)

Outro posto, também na Zona Leste, foi fechado devido a violência. O empresário, que preferiu não se identificar, disse que por seu posto estar localizado em um ponto estratégico, com grande movimentação de veículos, o estabelecimento também se tornava alvo da bandidagem. “Os bandidos pensam que entra muito dinheiro e por isso fazem daqui um alvo. Fui obrigado a fechar e abrir um novo negócio porque aqui não dava mais”, falou.

Ainda segundo o empresário, em menos de 10 horas foram três assaltos. “Eles sempre agem de motocicleta. Teve uma vez que vieram e levaram R$ 48,00 algumas horas depois assaltaram novamente, levando R$ 32,00 e depois que um carro abasteceu, os bandidos levaram também R$ 28,00” relatou o empresário.

Segundo o Sindicato dos Donos de Postos de Combustíveis, apenas 30% dos estabelecimentos ficam abertos 24h e para isso tiveram que gastar com segurança. “Precisaram aumentar a quantidade de câmeras de segurança e vigilância armada, sendo que esse trabalho era para ser de responsabilidade de segurança pública”, disse Robert Ataíde.

O comandante de policiamento da capital, coronel Alberto Menezes, afirmou que o policiamento é feito e que diante das denúncias, irá intensificar as rondas na região. “A Polícia Militar faz rondas rotineiras e nesse ano já apreendemos mais de 400 armas de fogo e prendemos vários assaltantes, porém as leis são brandas e a justiça acaba libertando os suspeitos”, argumentou Alberto.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários