Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Enfermeiros e técnicos paralisam atividades na maior maternidade do PI

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

Enfermeiros e técnicos de enfermagem da Maternidade Dona Evangelina Rosa, a maior na rede pública do Piauí, fizeram um protesto e paralisaram as atividades nesta quinta-feira (2). Os profissionais foram contratados como prestadores de serviço e denunciam que há quatro meses estão sem receber os salários. A categoria manteve apenas 30% do total de 130 funcionários trabalhando e o atendimento ficou comprometido durante a manhã.

Enfermeiros e técnicos da Evangelina Rosa paralisaram por atraso de salário (Foto: Amanda Caroline)Enfermeiros e técnicos da Evangelina Rosa paralisaram por atraso de salário (Foto: Amanda Caroline)


Segundo a enfermeira Amanda Caroline, os contratados trabalham em regime de plantão com carga horária de 30 horas semanais e os salários estão há pelo menos quatro meses atrasados. Além de reivindicar a atualização dos vencimentos, a categoria também pede reajuste salarial.
“É humilhante o enfermeiro trabalhar em regime de plantão e receber menos que um maqueiro e além disso atrasado”, disse Amanda.

A assessoria de comunicação da Maternidade Dona Evangelina Rosa negou que haja atraso de quatro meses e afirmou que já recebeu o dinheiro da Secretaria Estadual de Saúde para fazer os pagamentos e que a partir desta quinta-feira os salários serão atualizados.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários