Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Oito mil armas apreendidas pela polícia aguardam incineração no Piauí

  • Por:  
  • Publicado em Piauí
Publicidade

O depósito do Tribunal de Justiça possui oito mil armas a espera da incineração, que é a queima do produto em fornos e usinas, realizada pelo Exército Brasileiro. Essas armas estavam sob o poder de criminosos  e foram apreendidas pelas polícias Federal, Civil e Militar sendo catalogadas por número e comarca. As armas são de diversos modelos, vão desde a fabricação caseira até as mais modernas, e muitas vezes ficavam guardados nos fóruns, facilitando a prática de roubou ou furto.

“Nós estamos mandando para o Exército para que sejam incineradas 100 armas por semana; por mês são 400 armas. Pretendemos dobrar esse número. Já entramos em contato com o Exército que vai incinerar 200 armas por semana”, afirmou Sebastião ribeiro Martins, corregedor de justiça do TJ-PI .

Por causa da falta de segurança dos fóruns, a Corregedoria de Justiça recomendou que os juízes encaminhassem as armas para o Tribunal de Justiça. “Atitude da Corregedoria em ter oficiado a gente para mandarmos as armas para a própria Corregedoria é a mais segura. (Nos fóruns) Existe insegurança, um arrombamento, um furto ou um roubo como já aconteceu”, disse o juiz Raimundo Holland. 

Somente no ano passado, a Polícia Federal apreendeu 229 armas de fogo no estado do Piauí. Neste ano, o número já dobrou com 469 armas apreendidas entre os meses de janeiro e setembro. 

“Eu defendo que logo após a apreensão, as armas  sejam devidamente periciadas e automaticamente destruídas, assim como ocorre com as drogas. Quando você tem um entorpecente apreendido é feito a perícia daquela droga e, após uma certa quantidade, ela é destruída”, disse o advogado Carlos Edilson de Sousa, que compõe a Comissão de Segurança Pública da OAB Piauí.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários