Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

Ex-funcionário suspeito de desviar dinheiro de restaurante é preso com 15 carros de luxo

  • Por:  
Ex-funcionário suspeito de desviar dinheiro de restaurante é preso com 15 carros de luxo Os donos de um tradicional restaurante de Curitiba foram vítimas de um estelionatário.
Marcelo Henrique de Freitas, de 41 anos, foi preso ontem (25) numa operação do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), unidade de elite da Polícia Civil do Paraná. A mulher dele, Fernanda Maria Rosa, de 37, também foi detida.
Os policiais apreenderam 15 carros de luxo avaliados em mais de R$ 1 milhão na casa deles, no bairro CIC, em Curitiba.
Freitas trabalhava no setor financeiro do restaurante e, desta maneira, tinha acesso as contas bancárias das vítimas. De posse dos dados, ele começou a fazer transferências, desviando recursos da empresa.

“Existe a suspeita que ele tenha falsificado a assinatura em cheques para movimentar os recursos. A suspeita é que o golpe pode ter rendido mais de R$ 1 milhão para o casal”, disse o delegado-titular do Cope, Rodrigo Brown.

Na casa de Freitas, os policiais do Cope encontraram diversos carros de luxo: duas BMW, dois Audi, dois Camaro, um Corvette, Ford Edge, Fremont, Toro, uma Amarok, um Optima, dois Maréa e um Golf.

“Os veículos estavam no nome de Fernanda, que é empregada doméstica. Os carros são avaliados em mais de R$ 1 milhão, um patrimônio completamente incompatível”, completou Brown.

Além dos carros, os policiais encontraram cerca de R$ 8 mil em dinheiro e uma carga desviada de biscoito servido no restaurante.

No outro endereço, no Centro de Curitiba, os policiais encontraram a outra parte da carga.

Lá, foram apreendidas ainda diversas munições de uso restrito, além de três armas com registro vencido, uma máquina de recarga de munição e insumos de recarga.

Júlio Takeshi Saito foi detido em flagrante e vai responder por posse ilegal de munição de calibre restrito.

Freitas e Fernanda tiveram a prisão preventiva decretada e responderão por estelionato e lavagem de dinheiro.



Fonte: Policia Civil do Estado do Paraná


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários