PF celebra 2º ano de existência do INTERCOPS

  • Por:  
A Polícia Federal comemora, neste mês de novembro, o 2º ano de existência do Programa de Cooperação Policial Internacional em Aeroportos - INTERCOPS.
Lançado em outubro de 2014, com a participação de 12 países, o INTERCOPS nasceu com o objetivo de criar um mecanismo permanente para intercâmbio de experiências e informações na área de investigação criminal em aeroportos internacionais com foco na repressão ao tráfico internacional de drogas.
O Programa completa dois anos de existência contando atualmente com 40 países membros de cinco continentes e neste mês acontece o 12º ciclo, totalizando 97 participantes.

 Desde seu lançamento, o INTERCOPS já apresentou resultados concretos como a prisão de 500 traficantes de cocaína (mulas), apreensão de mais de 1.500 kg de cocaína, promoveu a identificação de fornecedores de cocaína na América do Sul e seus associados, identificou financiadores de operações criminosas na Ásia, África e Europa e seus associados, além de diversas entregas controladas.

Em Guiné-Bissau, no mês de setembro deste ano, policiais federais realizaram treinamento sobre técnicas de interdição, análise de dados, ambiente, análise de perfil com atividades práticas junto aos terminais de passageiros e cargas do aeroporto local. Participaram 18 policiais, ocasião em que foi feita a prisão de um traficante e apreensão de drogas.

Ratificando a importância do programa e o interesse que despertou na comunidade internacional, no dia 2 de setembro deste ano, a agência das Nações Unidas, o UNODC, e a Polícia Federal brasileira assinaram um acordo de cooperação interinstitucional para promover a cooperação entre o Projeto de Comunicação com os Aeroportos (AIRCOP) e o Programa Internacional de Cooperação Policial em Aeroportos (INTERCOPS).

O acordo abre caminho para a Polícia Federal com a otimização do uso das redes de comunicação fornecidas pela INTERPOL e pela OMA, permitindo a transmissão em tempo real de informações operacionais e de informações a outros aeroportos internacionais com o objetivo de interceptar transferências ilícitas.

O INTERCOPS facilitará, ainda, a participação de funcionários das Forças-Tarefas conjuntas de Interdição Aeroportuária (JAITFs) do AIRCOP nas operações regulares da INTERCOPS e nos programas de intercâmbio de melhores práticas, além de fornecer seus especialistas para liderar Treinamentos do AIRCOP sobre interdição de drogas em passageiros e carga na África, América Latina e Caribe.

 

Com informações da Agência de Notícias da Polícia Federal


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários