Telenovela Verdades Secretas ganha o Emmy Internacional

  • Por:  
  • Publicado em Mundo
Publicidade
A telenovela brasileira Verdades Secretas ganhou o Prêmio Emmy Internacional distribuído às melhores produções para televisão fora dos Estados Unidos.
O prêmio foi dado ontem (21) ao autor da obra, Walcyr Carrasco, em cerimônia no Hotel Hilton de Nova York. Verdades Secretas concorreu com outra produção brasileira, A Regra do Jogo, de João Emanuel Carneiro, uma canadense, 30 Vies, de Samuel Pagé, e uma filipina, Bridges of Love.
O Prêmio Emmy Internacional é concedido pela Academia Internacional das Artes & Ciências Televisivas a programas de TV produzidos e transmitidos fora dos Estados Unidos. A premiação, que é concedida após uma eleição entre mais mil profissionais de televisão, também escolheu Dustin Hoffman como o melhor ator na produção televisiva Roald Dahl's Esio Trot, do Reino Unido.

O prêmio de melhor atriz foi dado a Christiane Paul, em Unterm Radar, da Alemanha. A melhor comédia foi Hoff the Record, do Reino Unido. O melhor programa de entretenimento não roteirizado foi Allt för sverige, da Suécia.

A alemã Deutschland 83 foi considerada a melhor série dramática para a televisão. A série Francisco, El Jesuita, de Telemundo, venceu na categoria de melhor programa não inglês dos Estados Unidos.

Verdades Secretas foi exibida pela TV Globo entre junho e setembro de 2015. A trama se desenvolve no submundo da moda. Grazi Massafera, que participou de Verdades Secretas, e Alexandre Nero, que atuou em A Regra do Jogo, estavam na cerimônia. Eles também concorreram aos prêmios de melhor atriz e ator.

A cerimônia de entrega do prêmio deste ano foi apresentada pelo ator escocês Alan Cumming, que fez vários comentários sobre os acontecimentos atuais da política americana. Ao fazer referência ao auditório do Hotel Hilton, que além de servir para a entrega do Emmy, foi palco da apresentação pública de Donald Trump, logo após ganhar as eleições para presidente dos Estados Unidos, há duas semanas, Cumming disse: "Sinto que é minha obrigação moral informá-los. Este salão foi palco de um dos momentos mais sombrios e destrutivos de nossa história ".

A escritora americana Shonda Rhimes recebeu uma homenagem especial por sua contribuição ao mercado global de televisão. Também foi homenageada a dinamarquesa Maria Ronn, presidente da Danmarks Radio, por sua atuação como diretora de produções televisivas.

Com informações da Agência Brasil

Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários