OIT e USP debatem futuro do trabalho e desenvolvimento sustentável

  • Por:  
  • Publicado em Mundo
Publicidade
A Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP) promovem na próxima segunda-feira (21) o seminário “Diálogos Nacionais sobre o Futuro do Trabalho”.
Evento reunirá especialistas, representantes do governo e da sociedade civil, empregadores e órgãos trabalhistas para debater o destino das atividades produtivas e da mão de obra.
As discussões terão a participação do diretor do Departamento de Pesquisa da OIT em Genebra, Raymond Torres, e do diretor do escritório da agência da ONU no Brasil, Peter Poschen.
O primeiro diálogo, que acontecerá na parte da manhã, será sobre “Desenvolvimento Sustentável: Desafios e Oportunidades para o Futuro do Trabalho”. Já o segundo diálogo, marcado para o período da tarde, discutirá “Quais serão as Fontes e as Formas dos Empregos no Futuro?”.
Destaque Trabalhador em mina de carvão na Colômbia Banco Mundial / Scott Wallace Trabalhador em mina de carvão na Colômbia

Clique aqui para acessar a programação completa do seminário, que será aberto ao público e à imprensa. O evento é sujeito à lotação do auditório. A iniciativa faz parte das comemorações dos 70 anos da FEA-USP.

Futuro do Trabalho

A OIT reconhece que o mundo do trabalho passa por um significativo processo de transformação, impulsionado não apenas pela evolução das tecnologias, mas também pelas mudanças climáticas e novas tendências de emprego e produção.

Para enfrentar estes desafios e levar adiante seu mandato em favor da justiça social, a agência da ONU lançou a “Iniciativa do Centenário sobre o Futuro do Trabalho”, reponsável por mobilizar a estrutura tripartite da OIT e outros públicos em discussões sobre o tema.

O direitor-geral da Organização, Guy Rider, convida todos os Estados-membros  a organizar diálogos nacionais em quatro áreas temáticas: trabalho e sociedade, trabalho decente para todos, a organização do trabalho e da produção e a governança do trabalho.

Os resultados dessas conversas vão oritentar as deliberações do Comitê de Alto Nível da OIT sobre o Futuro do Trabalho, junto com relatórios regionais sobre o contexto político e socioeconômico de cada região do mundo.

Com informações Agência ONU


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários