Conferência da ONU sobre Oceanos é vital para reverter o declínio dos mares

  • Por:  
  • Publicado em Mundo
Publicidade
A Conferência de Alto-nível das Nações Unidas sobre Oceanos,  a ser realizada entre 5 e 9 de junho de 2017 em Nova York, é vital para reverter o declínio dos oceanos.
A afirmação foi feita essa semana por autoridades das Ilhas Fiji e da Suécia, em coletiva de imprensa durante a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas que está sendo realizada em Marrakesh, no Marrocos. As informações são da Agência Xinhua, da China.
Fiji (uma nação insular composta por 332 ilhas localizadas no Oceano Pacífico) busca através desta conferência colocar a proteção dos oceanos como prioridade na agenda global, disse o primeiro ministro do país, Frank Bainimarama.Segundo ele, o provável aumento progressivo do nível do mar é uma ameaça à própria existência das ilhas que formam o país.

Segundo os governos de Fiji e da Suécia, a conferência sobre os oceanos irá buscar apoio para a implementação global do Objetivo 14 dos 17 Objetivos Sustentáveis de Desenvolvimento da ONU, que prevê a conservação e o uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos.

Isabella Lovin, Ministra de Desenvolvimento e Cooperação Internacional para o Clima da Suécia, disse que esta primeira conferência de alto-nível da ONU sobre oceanos reflete o comprometimento da Suécia em mudar o futuro dos oceanos para a direção certa.

Ela disse que um considerável trabalho está sendo feito no âmbito regulatório, mas há ainda falta de implementação em relação às regulações, que dependem do envolvimento de todos os atores relevantes, incluindo governos, a ONU, outras organizações intergovernamentais, instituições financeiras internacionais e setores privados.

 

Com informações da Agência Brasil

Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários