No Acre, agência da ONU visita maternidade que oferece atendimento humanizado

  • Por:  
  • Publicado em Mundo
Publicidade
Em missão ao Acre, a equipe do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA) visitou na quinta-feira (10) a Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, onde gestantes recebem atendimento humanizado.
Na clínica, grávidas podem optar pelo parto normal na banheira. A ida ao centro de saúde fez parte de uma agenda mais ampla da agência da ONU para avaliar possíveis parcerias com o governo e iniciativas estaduais.
No mesmo dia, representantes do UNFPA conheceram o Complexo de Piscicultura, onde um modelo de gestão envolvendo o Estado, empresas e cooperativas garante a sustentabilidade da cadeia produtiva.
O programa foca no crescimento econômico com base em atividades de baixo carbono, que diminuem a pressão sobre os ecossistemas provocada pelo desmatamento de novas áreas.
Destaque UNFPA visitou Maternidade Bárbara Heliodora, que presta atendimento humanizado a gestantes. SECOM Acre / Sérgio Vale UNFPA visitou Maternidade Bárbara Heliodora, que presta atendimento humanizado a gestantes.

“O que vocês estão fazendo é realmente compatível para a agenda de sustentabilidade com a qual a ONU trabalha”, afirmou o representante adjunto do Fundo da ONU no Brasil, Yves Sassenrath. Segundo ele, o modelo do projeto “pode ser muito útil para outros países amazônicos”, sobretudo por incluir a juventude do campo no mercado de trabalho e contribuir para o controle da destruição da floresta.

UNFPA conheceu complexo de piscicultura que tem modelo de produção sustentável. Foto: SECOM Acre / Sérgio Vale

UNFPA conheceu complexo de piscicultura que tem modelo de produção sustentável. Foto: SECOM Acre / Sérgio Vale

O grupo também visitou a empresa Contax, companhia de call-center instalada no Acre desde 2015. Lá, funcionários da agência da ONU puderam acompanhar a participação de jovens que conseguiram o primeiro emprego e estão adquirindo experiência para seu futuro profissional.

O objetivo do UNFPA com a viagem é avaliar potenciais parcerias com governos ou setor privada para o sexto ciclo programático de operações no Brasil, que vai de 2017 a 2021.

Saúde das mulheres, crianças e jovens, bem como inclusão de populações vulneráveis e gestão sustentável de recursos naturais estão entre os destaques da missão.

A passagem pelo estado inclui ainda uma visita à empresa de preservativos Natex, em Xapuri, e depois à Reserva Extrativista Chico Mendes, na comunidade Rio Branco.

Com informações Agência ONU


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários