Governo da Colômbia e FARC pedem que ONU autorize missão para monitorar cessar-fogo

  • Por:  
  • Publicado em Mundo
Publicidade
Os observadores da Missão das Nações Unidas na Colômbia, o governo da Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias do país – Exército do Povo (FARC-EP) começam a trabalhar na sede nacional do mecanismo de acompanhamento e verificação. O mecanismo é encarregado de supervisionar o cessar-fogo das hostilidades no país.
O governo da Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo (FARC-EP) reafirmaram na semana passada (7) os seus compromissos com o cessar-fogo bilateral e definitivo e pediram ao secretário-geral da ONU e ao Conselho de Segurança que autorizem a continuação do trabalho de monitoramento realizado pela Missão das Nações Unidas no país.
No início de outubro (2), um plebiscito decidiu pelo “não” para o acordo de paz entre as duas partes.
Destaque Governo da Colômbia e FARC pedem que ONU autorize missão para monitorar cessar-fogo Missão da ONU na Colômbia

O mecanismo de acompanhamento e de verificação será responsável por monitorar e verificar se as partes envolvidas no conflito estão cumprindo com as obrigações previstas no protocolo definido em conjunto, especialmente as regras relacionadas ao cessar-fogo das hostilidades.

Ban Ki-moon e o Conselho de Segurança pediram a autorização da Missão para exercer as funções de monitoramento, verificação, resolução das diferenças, recomendações e coordenação do mecanismo no âmbito da resolução 2261 (2016).

O governo da Colômbia e as FARC também pediram que os Estados contribuam com a Missão da ONU, oferecendo observadores desarmados que ajudem a mobilizar homens e mulheres para trabalhar no mecanismo.

O chefe da ONU disse que o resultado do plebiscito não deve dividir o povo colombiano, que está trabalhando para construir um país pacífico.

Ban também elogiou o diálogo iniciado para determinar o caminho a seguir.

Com informações Agência ONU


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários