Após 16 anos, Bernardinho deixa comando da seleção masculina de vôlei

  • Por:  F24
  • Publicado em Esporte
Publicidade
Depois de quase 16 anos à frente da seleção brasileira masculina de vôlei, o técnico Bernardo Rocha de Rezende, o Bernardinho, deixou o cargo hoje (11).
Seu substituto, apresentado oficialmente pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), é o ex-jogador da seleção Renan Dal Zotto, que fez parte da chamada "geração de prata" do voleibol brasileiro junto com outros atletas  famosos como Montanaro, William, Bernard, o próprio Bernardinho e Carlão.
Segundo informou o diretor de seleção da CBV, Radamés Lattari, “Bernardinho agradeceu o convite para continuar como treinador, mas preferiu ter um tempo agora para se dedicar um pouco mais à família, às coisas dele, e ele vai continuar colaborando da melhor forma que julgar com o trabalho do Renan, que foi escolhido pelo presidente Toroca (Walter Pitombo Laranjeiras) como novo treinador”.
Rio de Janeiro - O Brasil venceu hoje, por 3 sets a 0, a Itália e conquistou a terceira medalha de ouro olímpica no vôlei de quadra masculino (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Bernardinho será substituido pelo ex-jogador da seleção Renan Dal Zotto  Fernando Frazão/Agência Brasil

Lattari assegurou que não haverá novas modificações nas seleções. José Roberto continua técnico da seleção feminina brasileira de vôlei e Renan assume a seleção masculina a partir de hoje.

Com informações da Agência Brasil


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários