Ameaça de bomba no Ministério da Fazenda é descartada

  • Por:  F24
  • Publicado em Brasil
Publicidade
Depois de três horas de interdição por causa de uma ameaça de bomba, a sede do Ministério da Fazenda em Brasília teve a entrada de funcionários liberada.
Por volta das 16h20, os policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) descartaram a existência de explosivos no pacote deixado na entrada do prédio.
Cerca de dez minutos mais tarde, os seguranças liberaram a portaria principal.
Inicialmente, um robô inspecionou o conteúdo com raio-x, que descartou a presença de materiais explosivos.
Em seguida, um oficial do Bope vestido com equipamentos de proteção examinou a sacola e eliminou o risco de material químico.

Dentro do pacote, havia apenas uma carta com o título Teoria do Caos assinada por alguém que se intitulava doutor em energia e ambiente e um papel pedindo a saída do presidente Michel Temer.

A sacola também continha o crachá roubado de uma funcionária concursada do Ministério da Fazenda.

De acordo com a Polícia Militar, a servidora caminhava na semana passada pelo Setor de Autarquias Sul, a cerca de três quilômetros do ministério, quando foi roubada por um homem que disse que “explodiria o governo”.

Por causa da ameaça de bomba, o Ministério da Fazenda passou três horas interditado.

Por volta das 13h, um segurança avistou a sacola com o endereço do ministério perto da portaria principal e acionou os brigadistas do prédio, que chamaram a polícia.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, permaneceu no prédio até por volta das 15h30, quando saiu escoltado por batedores para uma reunião com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto.

Edição: Lílian Beraldo

 

Com informações da Agência Brasil


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários