Veja os resultados de outras Loterias

Mega
Lotomania
Quina
Lotofácil
Dupla
Timemania
Federal

No Recife, exposição traz olhar sobre produção do açúcar em quatro países

  • Por:  
  • Publicado em Pernambuco
Publicidade

Mostra traz olhares sobre o ciclo do açúcar (Foto: Alejandro Chaskielberg / Divulgação)Mostra traz olhares sobre o ciclo do açúcar. (Foto: Alejandro Chaskielberg / Divulgação)

Brasil, Holanda, Indonésia e Suriname têm em comum a marca da produção da açúcar em sua história. Buscando refletir sobre a história da economia açucareira e como ela se desenvolve em um mundo globalizado a partir desses países, a mostra fotográfica ‘Açúcar: Um Doce Meio Amargo’ ocupa o Museu do Estado de Pernambuco (MEPE), no Recife, a partir da quinta-feira (30).

A exposição, idealizada pela fundação holandesa Noorderlicht, traz imagens feitas por fotógrafos de vários países, tendo entre os nomes Alejandro Chaskielberg, da Argentina,  Francesco Zizola, da Itália, e Ed Kashi, dos Estados Unidos.

O cultivo da cana e o desenvolvimento da economia açucareira fazem parte da história brasileira e, em Pernambuco, há a ligação íntima com a Holanda, devido à ocupação holandesa, encerrada em 1654 pelos portugueses. "Não é uma exposição que você tem fotos só da cana. O pensamento é trabalhar todo o processo que envolve o açúcar. Você tem a imagem da pessoa que corta, tem o consumo do açúcar, o envolvimento das pessoas durante o ciclo. É um olhar diferenciado, pensando em um aspecto histórico e na influência hoje", explica a coordenadora-executiva do projeto, Marilucia Hoogendoorn.

'Açúcar: Um Doce Meio Amargo' busca reflexão sobre o processo de produção do açúcar (Foto: Francesco Zizola / Divulgação)'Açúcar: Um Doce Meio Amargo' busca reflexão sobre o processo de produção do açúcar.
(Foto: Francesco Zizola / Divulgação)

O projeto foi pensado para revelar também aspectos históricos e conta com uma projeção de fotos históricas, além das selecionadas na mostra. "Quando a fundação pensou o projeto, pensou nos países que foram colonizados pela Holanda e como isso influenciava a própria Holanda. Fizemos uma capacitação com os guias do Museu, passando todo o aspecto histórico", destaca a coordenadora.

As fotos trazem o processamento da cana-de-açúcar, usinas da Holanda, os locais de armazenamento, entre outras situações que levam à reflexão sobre o processo como um todo da produção de açúcar em diferentes locais do mundo.

Já tendo passado pela Holanda, Suriname e Indonésia, a mostra explora a ligação entre os países a partir da produção do açúcar e, a cada edição, busca se aproximar de elementos regionais. Em Pernambuco, o tema central ganha ainda o olhar de seis jovens fotógrafos do projeto ‘Oi Kabum! Escola de Arte de Tecnologia do Recife’."Foi fantástico, vamos ter uma apresentação lá durante a exposição. A intenção é mostrar o olhar deles, que é um olhar local", explica a coordenadora.

Os estudantes visitaram os engenhos Monjope, em Igarassu; Moreno, Engenho Una e Usina Auxiliadora, em Moreno; além das cidades Goiana e Recife, buscando observar a influência e a história da economia canavieira. Das cerca de 3 mil fotos feitas, 44 foram selecionadas para serem impressas em sacas de açúcar, que integram a exposição.

A exposição fica em cartaz até o dia 7 de dezembro no Museu do Estado, localizado na Avenida Rui Barbosa, número 960, nas Graças, com visitação de terça a sexta-feira, de 9h às 17h, e aos sábados e domingo, de 14h às 17h.

Serviço
Exposição 'Açúcar: Um Doce Meio Amargo'
Museu do Estado de Pernambuco - Avenida Rui Barbosa, 960, Graças
De 30 de outubro a 7 de dezembro
De terça a sexta-feira, de 9h às 17h, e aos sábados e domingos, de 14h às 17h
Entrada gratuita
Mais informações: (81) 3184.3174


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

Entre para postar comentários